Sobre fábulas e o menosprezo

publicada terça-feira, 20/07/2010 às 21:18 e atualizada quinta-feira, 22/07/2010 às 18:11

As fábulas sobre Dilma, e o erro de menosprezar Serra e a velha mídia

por Rodrigo Vianna

Os políticos tucanos e parte de seu eleitorado - especialmente os leitores mais desavisados de “Veja”, “O Globo” e outros que tais – aparentemente acreditaram em algumas fábulas sobre Dilma, espalhadas por “colunistas” e “analistas” durante a primeira fase de campanha (que se encerrou pouco antes da Copa do Mundo):

- ela não tem brilho próprio;

- ela não saberá se portar durante uma campanha, longe das asas de Lula.

- ela não conseguirá colar no prestígio de Lula e terá enorme dificuldade para passar de 15% nas pesquisas.

Tudo isso se mostrou falso. Os tucanos menosprezaram Dilma. E agora engrossam as o discurso terrorista de campanha, para tentar recuperar o terreno perdido.

Entre os petistas, de outro lado, há quem ameace embarcar na mesma trilha. Espalham-se em alguns setores, digamos, mais “militantes”,  fábulas sobre a candidatura Serra e seus aliados:

- Serra é um néscio, que não sabe o que faz;

- a campanha terrorista de Serra e seus aliados midiáticos não terá nenhum efeito;

- a mídia tradicional deixou de ter importância, e não terá força para impedir a vitória inexorável de Dilma.

Trata-se de um erro grave menosprezar os adversários. Ainda mais, adversários que não tem alternativa. Serra, derrotado, encerra a carreira (mesmo que o PSDB ganhe em São Paulo, o serrismo será varrido do mapa num possível governo estadual de Alckmin). Portanto, para o candidato tucano, trata-se de ganhar ou ganhar.

Alguns enxergam na tática serrista do terrorismo (FARC, narcotráfico etc) um puro sinal de desespero. É bem mais do que isso. Nos últimos meses, todos nós fomos bombardeados por emails lembrando o “passado terrorista de Dilma”. Foi algo disseminado de forma profissional, deliberada. Antes disso, a “Folha” já se havia prestado ao serviço de estampar a ficha falsa da candidata, em primeira página. Portanto, a atual fase de campanha (associar PT e Dilma às FARC) é apenas o desdobramento lógico das fases anteriores. Não é algo improvisado…

Isso basta pra ganhar eleição? Não. Ainda mais num cenário em que o PT conta com um presidente aprovado por quase 80% do eleitorado. Mas o terrorismo eleitoral pode ser importante para consolidar o voto anti-petista. Com isso, Serra pode garantir de 25% a 30% do eleitorado. O risco é que esses ataques façam aumentar a rejeição a Serra. Boa parte do eleitorado brasileiro não gosta disso.

No horário gratuito na TV, provavelmente, Serra vai evitar a tática de partir pra cima de Dilma com essa ferocidade. A experiência recente mostra que ataques diretos a um adversário acabam gerando rejeição – ainda mais na TV. Mas há o rádio, a internet e a imprensa amiga pra seguir fazendo  serviço…

Serra precisa manter-se competitivo, com alguma chance, até a reta final da eleição. E aí chego ao terceiro dos três pontos que ressaltei acima: engana-se quem acha que a mídia anti-Lula não terá papel a exercer na campanha contra Dilma. A mídia perdeu, sim, parte de sua força. Mas não toda a força. Em 2006, foi a campanha mdiática que levou a eleição para segundo turno – Marcos Coimbra, do Vox Populi, já mostrou isso de forma límpida.

Nessa eleição, a mídia impressa seguirá o roteiro de ataques implacáveis contra Dilma. Assim como Serra, essa gente não tem escolha: enveredou por um caminho sem volta.  

Essa mídia, talvez, não consiga garantir a vitória de Serra. Ainda mais porque a TV Globo (ao contrário do jornal, que é explícito) tende a manter-se na moita. A Globo não pode se dar ao luxo de voltar a ser carimbada como “anti-povo”, “golpista”…  Seria um risco enorme jogar a image da Globo numa campanha anti-lulista. Mas, se na reta final, a Globo sentir que há espaço para empurrar Sera ao segundo turno, não tenham dúvidas: vão repetir 2006! O método Ratzinger vai se revelar de novo implacável.

Por isso, os lulistas devem evitar o erro de menosprezar adversários que lutam pela sobrevivência - política, ou econômica – e que vão usar todas as armas numa guerra suja.

Essa não será uma eleição para quem tem estômago frágil.

Leia outros textos de Palavra Minha

61 Comentários

61 Comentários para “Sobre fábulas e o menosprezo”

  1. David Rodrigues da Silva disse:

    Rodrigo,a globo,serra… enfim um barco de bostas que navegam….,o PIG…sobre a urina tocada pelos ventos da sacanagem própria….sugiro ao Serra o DILMABOY no you tube…o resto é festa. de Belo Horizonte.

  2. Lauro Melo disse:

    Sensacional Rodrigo,

    Poderia deixar este artigo um bom tempo como o principal do site. Vou tentar “espalhar” pela rede. Um ótimo alerta.

    sds,

  3. José Ricardo do Nascimento disse:

    Rodrigo,

    Concordo plenamente com seu texto. Eles estãomostrando algum desespero e esse é o pior cenário. A entrada do Indio na campanha é parte da estratégia (nós aqui do Rio conhecemos bem os métodos César Maia, vide a eleição para prefeito em 1992 contra a Benedita).

    Temos de estar de olhos bem abertos, eles (a direita) não aguentará, politica e economicamente mais dois governos do PT.

    Um abraço

  4. A frase final ilustra bem o teatro do momento. Imaginem, milhares de empregados, ameaçados diante da perspectiva do desemprego e da falta do pão e do leite. E seus patrões, adestradores, instigam o ataque, bem na jugular. A baixaria toma conta e consolida, um Brasil de míopes que sonham ganhar na megasena e beber cerveja com mulheres gostosas. Depois, torcer pela vitória do seu timão e rir da sua patroa, a Lady Kate a dizer…to pagano… Engraçado até, se não fosse o mais fiel retrato de uma tragédia.

    • franciscão disse:

      Não entendi.

      Acaba difícil identificarmos com clareza o moinho de vento enevoado ao qual você procura atacar com uma dose considerável de preconceito. Destaco em particular seu Brasil de míopes “paganu” sei lá o que!

      De onde vem, e pra onde vai extamente, tanta amargura companheiro?

  5. Lula e o PT estão pagando o preço por não terem enfrentado a imprensa conservadora durante os quase oito anos de gonverno Lula. O presidente poderia muito bem ter usado sua popularidade para democratizar os meios de comunicação, mas não o fez.
    O fato é que, seja por medo de ser acusado de autoritário, de populista, ou por arrogância, o presidente Lula passou os seus dois mandatos fingindo que a imprensa não tentava dar um golpe nele. O máximo que o presidente fazia era algumas reclamações e tentativas de ferir o golpismo midiático, em vez de matá-lo.
    O PT morre de medo da mídia. O fato é que não há como enfrentar os barões da mídia sem ser taxado de ditador. O PT ficou com medo disso, agora vai ter que suportar o golpismo da imprensa. O Lula precisa aprender uma coisa com Chavez: quem pode mobilizar o povo não precisa ter medo de nada.
    Agora só resta assistir a Regina Duarte na Tv dizendo que tem medo da Dilma.

    • JSB disse:

      Não custa nada lembrar sempre o óbvio: o que vai decidir a eleição é o voto na urna e não o que estão dizendo os jornais e as pesquisas. Ao que tudo indica, Lula e o PT não estão comentendo erro algum, estão dando um show político de alta competência, com a mais alta popularidade já vista e fazendo sucessor provavelmente no primeiro turno.

      Ficar assustado com histórias de bicho papão e cosia para criancinhas.

    • franciscão disse:

      Penso que neste particular, Carlos, o PT como partido, Lula como presidente, e Dilma como candidata têm posições muito claras, e entendo, coerentes com o pensamento mais avançado e equilibrado em relação a esse problema concreto, o qual, costumo nominar como Cartel Golpista da Informação Dirigida.

      Não se questiona conteúdo informativo. Responsabilidade, dividendos e custos por conta e risco de quem os difunde, me parece perfeito. Questões de ordem organizacional do mercado, dumping, monopólio, infrações recorrentes ao estabelecido na legislação que regula o setor, seriam alguns dos caminhos democráticos mais apropriados para discussão.

      O governo que termina, e Dilma, sua candidata da continuidade, ainda na semana passada nos deram mostras evidentes de que não estão acomodados em relação a isso. Uma com posicionamento claro na entrevista na TV Brasil, e o outro com o anuncio da montagem de um núcleo de estudos específico, deram indicação clara que caminhamos firmes e concretamente para o equacionamento dessa questão.

      Entulhos autoritários, ainda os carregamos, e muitos. Criminosos torturadores e seus colaboradores diretos ainda desfilam impunemente em nosso meio.

      Neofascistas encontram espaço e eco com desenvoltura na imprensa e radio difusão, o que nos choca e provoca um nojo profundo, aos democratas mais convictos, pois dissimulados, apresentam-se como defensores da moral e dos bons costumes, acusando seus adversários ideológicos daquilo que praticam, defendem e difundem. As próprias imagens do execrável encontro do Instituto Milenium aí de cima assim nos confirmam.

      O caminho é longo, tortuoso e ressequido, mas haveremos de continuar avançado com convicção para o futuro brilhante e de protagonismo internacional que o destino assim nos reserva.

      Abraço.

  6. Ronaldo Rodrigues disse:

    Até concordo, Rodrigo, mas não seria nada novo, isso já aconteceu e acontece em todas as eleições: a mídia ( ou o PIG ) contra Lula e o PT. Mas acho que, não menosprezando o adversário ( isso é mesmo fundamental) e tendo o comportamento correto no dia-a-dia e nos debates, somado ao excelente governo, a aprovação, a economia, o horário eleitoral favorável e o presidente Lula como cabo eleitoral, a campanha suja do Serra e do PIG vai naufragar e sua rejeição aumentar.

  7. Carlos disse:

    Eu acredito que sejam capazes de levar Serra ao segundo turno.Existe essa possibilidade porque não se pode por enquanto desprezar a força da mídia. E quando ela age em conjunto como tem acontecido fica ainda mais perigosa. Estadão, Globo, Veja, Folha , Datafolha, Ibope e outros menores estão nessa eleição e claramente tem seu objetivo .Só não entra na minha mente a idéia de Serra presidente. Concordo com tudo que foi dito aí. Cabe ao PT , partido da candidata Dilma que muitos de nós escolhemos apesar de não petistas, a tarefa de ficar mais atento. Agir com mais firmeza e não dar espaço. Gostei da declaração do presidente do PT dizendo que quando necessário vai agir judicialmente. Só não pode hesitar , vacilar , perder o “time”. Dilma , ao contrário , deve ficar de fora dessa baixaria. Evitar até comentar demais, limitando-se a ressaltar com poucas palavras as bobagens que ainda possam vir por aí e deixar claro que por tratar-se de CRIME a questão será tratada em juizo. No mais não há muito o que ser feito. Com respaldo da mídia e até de alguns setores que prefiro não citar mas todos já devem estar percebendo, eles sentem-se à vontade para chafurdar.

  8. Alexandre Dumas disse:

    Vc tem razão, cachorro acuado, parte para o ataque e é difícil segurar. Ele não tem mais nada a perder.

  9. Antonio Lyra Filho disse:

    Cobra só ataca quando é ameaçada.

  10. Excelente análise, prezado Rodrigo!

    Agora NÃO é hora de ficar de salto alto. Aliás, salto alto só depois de Dilma EMPOSSADA.

    Por isso é que fico espantado com o fato de que os milhares de militantes petistas não estejam fazendo comentários em matérias do UOL, Folha, CBN, Estadão, etc. Frequentemente entro nesse lugares e noto que, quase sempre, a maioria dos comentários é de extrema-direita. E não venham me dizer que há censura pois TODOS os comentários que coloco entram no ar sem problema.

    Como disse a própria Dilma, sentar na cadeira antes da hora – referindo-se à atitude de FHC anos atrás – não é uma boa política.

  11. Não vamos esquecer que a Globo não tem toda a força como tinha em 2006. Hoje existe a internet em vários lares brasileiros, coisa que não existia em 2006.

    Documentário – Além do Cidadão Kane
    Mostra como Roberto Marinho construiu o império das organizações globo, como pode corromper e manipular…
    http://migre.me/XErE

  12. Nilson Moura Messias disse:

    Rodrigo, voce esta coberto de razão, menosprezar, não! Mas, é, dificil segurar a pecepção de que no dia 3 de outubro, as 19;00 h, a primeira mulher Presidente do Brasil, será Dilma Rousseff, aí, teremos muitos motivos para correr para o abraço.

  13. Rodrigo, só acho que a maioria da militância petista não menospreza a “aliança” Serra-Globo. Ainda mais se recordarmos 1989 e 2006. Mas acho que sempre é bom reforçar a cautela.
    Outra questão é que, também não acredito que as declarações de Índio foi uma coisa impensada. Acho que os tucanos ficam fazendo “balão de ensaio” midiáticos para ver o que vai dar.
    Tanto é que Serra meio que endossou as declarações de Índio. Além disso, a Folha deu destaque à polêmica.

    Ou seja, pode ser que “blindaram” Serra (que não dá declarações polêmicas à imprensa) e colocaram Índio para fazer o jogo sujo.

  14. Rodrigo Prado disse:

    Perfeita sua análise. O desespero será grande e será pior quando sairem mais pesquisas eleitorais com Dilma na frente.
    Até o caso Lina eles estão tentando ressuscitar. É sempre essa escandalização do Nada.
    O PT deve agir firme a essas medidas, assim como essa denúncia ao vice-problema, para não deixar barato.

  15. Horta disse:

    Rodrigo, acho perfeito seu artigo. Vou acrescentar alguns tópicos para sua inteligente reflexão:
    - Este movimento da mídia e oposição de acuar Dilma de que não tem brilho e não caminha sozinha, é antigo, na realidade o que querem é incutir na cabeça dos eleitores que é isto mesmo, mas o PRIMORDIAL é acuar LULA para não atuar na campanha. Vai fazer besteira se atender a oposição em privar Lula da campanha.
    - A direita e as esquerdas brasileiras, acham que o jogo se decide no jornalões. O PIG, prega para sua restrita igrejinha. Quando Lula fala sobre os formadores de opiniões, ele quer dizer que você pode até ter opinião emcabrestada pelos jornalões (igrejinha), mas aceitar esta engendração ou marketing de comunicação para o formador de opião, catequizar outro. Vai quilômetros.

  16. Luiz Jornaleiro disse:

    Em nenhuma hipótese devemos menosprezar o adversário (que muitas vezes se transforma em inimigo). Precisamos é intensificar o combate contra eles. Hoje, a web é uma arma poderosa. Mas temos muitas outras. Nosso objetivo maior é mostrar às pessoas como são manipuladas e enganadas pela mídia fascistóide. Não é uma tarefa tão difícil, basta não fraquejar.

  17. Seu post constou como um comentario lá no Nassif quanto ao Millenium. Boa advertencia essa a sua. Pela lógica (logico que a intuo assim) pois jamais houve uma correlação de forças tão favorável para Dilma presidenta. Uma conspiração do bem a dizer um BASTA. Quer nos estimular a intervir mais é so lembrar que Chaves foi reconduzido pelo povo pois antes do golpe havia conscientização. Nunca é tarde para uma educação que tenha visão critica das comunicações. De qualquer forma a internet vai continuar a dar sustentação a governabilidade de Dilma enquanto não tivermos uma “ley de los medios” Entretanto a teremos pois já começamos a construi-la pelos Bartões de Itararé da blogsfera. Cada povo diante de suas circunstancias. Alvissaras para a Argentina, Bolivia, e Venezuela.

  18. Borduna
    O PT precisa sair rapidamente da catatonia usual perante os ataques da corja serrista. Se quer mesmo processar Índio e sua tribo, que o faça logo, em grande estilo, armando barraco, pedindo cadeia, fortunas e impugnações. Caso não possua tanta convicção, deve reagir como Paris Hilton: jogando o cabelo para trás, num riso de escárnio e gostosura, ignorando os invejosos e seguindo em frente.
    Desse jeito, reverberando as bravatas com ameaças vazias, não pode continuar. Enquanto a imprensa fabrica o mito da procuradora eleitoral apartidária (e na página ao lado ecoa baixarias que em outros tempos chocariam o prurido ético dos comentaristas), a campanha de Dilma Rousseff cai na armadilha, engole pautas alheias e apanha de graça.

  19. dil disse:

    É Verdade Rodrigo, a coisa va ise pesada vide oas ataques absurdos de Índio. Sobre isso, recomendo a leitura de:

    Afinal, quem é Índio?

    Um resumo da trajetória política do homem que escolheram para VICE PRESIDENTE DA REPÚBLICA DO BRASIL

    agora em:

    http://eagora-dil.blogspot.com/

  20. Guilherme disse:

    Está corretíssimo, Rodrigo. Jamais baixar a guarda. Eles virão com toda a força, e com voracidade. Devemos estar preparados para lutar em pé de igualdade. Mas estou percebendo que o PT está mais atento nesta campanha: vai tentar judicializar (não dá pra contar 100% com a Justiça, mas é uma forma de tentar segurá-los) o terrorismo do PSDB/PFL/elite/mídia.

  21. Wagner Ferraz disse:

    Rodrigo acho que quando começar a campanha na tv, o PT deveria mostrar isso ao povo. Mostrar que desde 2002 a tv e as revistas tem esse comportamento. Cabe a direção de campanha mostrar os riscos de uma regração á politicas atrasadas e sem sentido a grande maioria da população.
    Quem ganhará essas eleições são:
    1)Debates.
    2)Propaganda na TV.

    A mídia pode espernear, porém essa eleição será decidida assim:
    PLEBICITO.

  22. Panambi disse:

    Concordo plenamente que não se deve baixar a guarda, mas sinceramente, o perigo maior vem da coligação PIG/PSDB/MPE/TSE. No final, espero, o TSE deve repor as coisas no seu devido lugar, a bem do Brasil.

  23. Regina disse:

    Concordo e muito com seu ponto de vista…Os ataques a Dilma estaõ sendo feitos de forma sistemática e precisa.Ontem,na Rede Família,pude assistir a entrevista do Plinio de Arruda Sampaio.Um jornalista perguntou o que ele achava da Teoria da Conspiraçaõ? – Havia um rapaz que procurou um médico…-Dr. Têm um jacaré em baixo da minha cama!-Imagine,vc está alucinando,vou dar um remédios.Passado algum tempo o rapaz voltou…Perguntou o médico,vc deixou de ver o jacaré?-Naõ,e ele está maior!Dois meses depois,encontra com um conhecido do rapaz e pergunta por ele…-O senhor naõ soube? Ele foi comido por um jacaré!!!O Brasil é um país muito cobiçado,muitos interesses estaõ em jogo.Eu(Plinio),só gostaria de saber oque o Quarto Esquadraõ da Marinha Americana,faz em águas brasileiras,que algum general,explique? O engraçado é que eu tb gostaria de saber o porquê? Entrevista do dia 20/07/2010-REDE FAMíLIA.

  24. Luiza de Sá disse:

    Olhos abertos, sempre. Mas Rodrigo, e a Marina? Escapa ilesa de sua análise?

    Abraços,

    Luiza

  25. Cláudio Freire disse:

    Concordo integralmente. Há tempos venho falando que todos os que acreditam ser Dilma a melhor opção para o país, por garantir continuidade das estratégias iniciadas por Lula, devem contribuir da forma que puderem com a campanha.
    Não falo em contribuição financeira, não. Falo na forma mais eficaz de se fazer campanha: conversar com as pessoas, rebater, com civilidade, educação, respeito e, principalmente, com argumentos, a todas as manifestações que demonstrem distorção dos fatos, em qualquer lugar que nos encontremos. Bares, casas de amigos ou parentes, em almoços com colegas de trabalho, enfim, em todos os lugares. A melhor forma de se conversar sobre política é em momentos descontraídos, principalmente se regados a umas coisinhas gostosas para se beber e comer.
    Digo isto para tentar provocar pelo menos algumas reflexões em quem tem a cabeça diariamente lavada por Folhas, Globos, Estadões, Vejas, etc. Voces sabem quanto há de pessoas por aí, nesta situação, não é mesmo?
    Uma pequena mas valiosa contribuição para a campanha da Dilma é a neutralização das distorções e mentiras espalhadas pela mídia que apóia a candidatura Serra. E, convenhamos, dada a importância da decisão que a ppulação vai tomar nas próximas eleições, acho que não custa nada, né. Trata-se de o país assumir um protagonismo que nunca assumiu, antes de Lula.
    Portanto, vamos à luta. Conversemos com as pessoas, com respeito e abertura para ouvir pacientemente seus argumentos, mas prontos para explicar correta e educadamente nossas posições.

  26. Thomas disse:

    Quanto ao Globo, nao concordo muito. É possível dizer que o Ilimar Franco, por exemplo, defende a candidatura Serra? Muito pelo contrário, acho até que ele é bem doce com a Dilma. A Leitão brigou com o Serra na entrevista, por causa do BC. Acho que a gente tem que tomar cuidado para não ver toda e qualquer crítica como ataque com outros fins, porque nenhum partido ou pessoa está acima da Lei. Aliás, tirando os radicais da Folha e Veja, nenhuma empresa de comunicação entraria da campanha pró-Serra sem meditar muito. Muito menos a Globo, que foi tão beneficiada nesses anos Lula.

  27. Messias Franca de Macedo disse:

    Dilma Brasileira Rousseff, A Magnífica, deu um show [no bom sentido, óbvio] no programa 3 a 1 [TV Brasil]…

    O Valdo Cruz [da Folha (sic)], na RouboNews, faz coro com a golpista Cristiana Lôbo na questão do poste! Hoje, o jornalista-colega dos patrões Frias (sic) está pianinho, tomando um baile!
    Olé!
    É primeiro turno!
    Olé!

    Brasil Nação
    Bahia, Feira de Santana
    Messias Franca de Macedo

  28. Messias Franca de Macedo disse:

    [Dilma Brasileira Rousseff, A Magnífica, é um poste: porque tem luz, muita luz!]

    UM SINGELO TRIBUTO À DILMA!

    (…)
    Luz própria
    cristalina,
    água límpida,
    boa de sorver,
    Dilma está cada vez
    mais linda,
    lembra o ribeirão
    da nascente
    das nossas vidas,
    infância,
    coração de estudante,
    as pradarias,
    os coqueirais,
    areia boa de revolver,
    ver a mata clara,
    o clarão do alvorecer,
    novos dias que virão -
    e que fi(n)carão
    a inspiração
    e a certeza
    de um novo porvir!

    BRASIL NAÇÃO
    Bahia, Feira de Santana
    Messias Franca de Macedo

  29. jose carlos lima disse:

    Discordo da Globo quanto a posição neutra da Globo. A Globo não está na moita, inclusive está tendo a ousadia de não noticiar o dia a dia dos presidenciáveis no JN, isto para evitar que Dilma se torne conhecida. E a Globo faz isso de forma ilegal, pois é concessionária pública e por isso obrigada a prestar serviço de qualidade para a população e não ser partidarizada. Alguma entidade deveria entrar na justiça contra a Globo, pois a cidadania está em jogo.

  30. Messias Franca de Macedo disse:

    ACARAJÉ PROVOCA DISENTERIA NA IMPRENSA GOLPISTA
    FONTE: http://cloacanews.blogspot.com/

    REFLEXÃO DE UM MATUTO BANANIENSE!:

    … Se amanhã o gênio cloaca colocar um fotoshop do (S)erra com cabelo e a manchete do *’Diário de Notícias’, “Serra foi ao Barbeiro do Lula e ganhou um penteado novo”, o PIG irá mobilizar uma plêiade de repórteres investigativos com destino a Salvador!
    *O jornal Diário de Notícias deixou de circular há mais de três décadas(!)

    SEGUE UMA SINGELA HOMENAGEM AO BABALORIXÁ DE BECO SEM SAÍDA, Ricardo Noblábláblát!
    O que faz mal não é a mentira que passa pela mente, mas a que nela mergulha e se firma. (Francis Bacon)
    A mentira arruina rapidamente o mentiroso. (Marcilio Ficino)
    Uma mentira vem logo no encalço de outra. (Terêncio)
    A mentira roda meio mundo antes da verdade ter tido tempo de colocar as calças. (Winston Churchill)
    Aquele que diz uma mentira não sabe a tarefa que assumiu, porque está obrigado a inventar vinte vezes mais para sustentar a certeza da primeira. (Alexander Pope)
    Se meus inimigos pararem de dizer mentiras a meu respeito, eu paro de dizer verdades a respeito deles. (Adlai Stevenson)
    Torpe fraqueza é a mentira. (Silvio Pellico)

    … E UMA FRASE ESPECIALMENTE DIRIGIDA AO CANDIDATO DA DIREITONA OPOSIÇÃO AO BRASIL, JOSÉ JÁ ER(R)A!:
    O mentiroso é sempre pródigo de juramentos. (Pierre Corneille)
    FONTE: http://www.sitequente.com/frases/mentiras.html

    República Desta Mérdia Nativa golpista contumaz, terrorista de meia-tigela, hilária, fascista eterna, MENTEcapta, antinacionalista…
    Bahia, Feira de Santana
    Messias Franca de Macedo

  31. Messias Franca de Macedo disse:

    Por que a direita não quer discutir o Brasil?
    Por Emir Sader
    http://www.cartamaior.com.br – blog do Emir

    Dilma Brasielira Rousseff respondeu, por assim dizer, em entrevista ao programa 3 a 1 [TV Brasil]:
    Abre aspas: Eu não imaginaria que o meu adversário descesse a este pontol! No entanto, ninguém [e nada!] me fará descer a este nível! Mesmo porque nós queremos debater/discutir propostas para a educação, saúde, segurança, enfim, é isto que o povo brasileiro espera – e merece!

    NOTA: Dilma Rousseff proferiu este depoimento ao ser instada pelo Valdo Cruz [da Folha(!)] acerca das últimas declarações do Índiota da Costa do MAUfim, o testa-de-ferro do cínico e covarde candidato da DIREITONA OPOSIÇÃO AO BRASIL, José Já Er(r)a!

    Brasil Nação
    Bahia, Feira de Santana
    Messias Franca de Macedo

  32. jefferson disse:

    Ontem no “estre aspas” a senhora Monica Waldvogel disse o seguinte.
    “então os politicos estão cada vez mais cara de pau”?
    “o presidente lula por exemplo”!
    ai ela quiz dar uma de “neutra disse:
    “falamos delo porque até pelo cargo que ocupa tem maior visibilidade”
    Dá ou não dá vontade de vomitar?

  33. dil disse:

    Clique para ler:

    “Serra esconde FHC, e todos escondem Serra, menos a mídia.” (http://eagora-dil.blogspot.com/)

    • Diogo disse:

      Esse comentário é totalmente verdade aqui na Paraíba. O candidato a governador do PMDB faz sua campanha toda em cima do presidente Lula.

      O candidato do PSB (que aqui faz coligação com o PSDB) aparentemente não tem candidato a presidente.

  34. Márcia Regina disse:

    Prezado Rodrigo,
    Muitíssimo oportuno seu artigo!
    Em condições normais de civilidade e respeito à democracia, a eleição da Dilma no 1º turno seria bastante previsível, mas infelizmente, onde tem o Serra, PSDB, PFL (não adianta mascarar-se de DEM), PPS e, principalmente as organizções (criminosas) globo, inevitavelmente a sujeira, a mentira, a desonestidade, as calúnia e todos os golpes baixíssimos estão presentes. Como a nossa justiça eleitoral dispensa comentários, o seu alerta é importantíssimo. Penso que nós militantes devemos levar a campanha para as ruas, em grandes manifestações pró-Dilma, numa assertiva diposição de desmascarar essa oposição vazia, que não tem propostas, nem projetos e quer utilizar os mesmos métodos de 1989, prá empurrar um 2º turno no grito, no crime e no tapetão. Não vamos permitir isso! Vamos “avermelhar” nossas ruas, praças, bairros, cidades, cada canto deste país e conversar com as pessoas, mostrar as diferenças abismais entre uma candidata séria e um oportunista autoritário, acoloiado com um playboy obscuro e vazio de idéias. Jamais podemos subestimar a virulência de uma direita golpista raivosa, autoritária e perdida no trem da história! Vamos para as ruas, galera!!!

  35. [...] Sobre essa possibilidade, vale ler texto no blog “Escrevinhador”. [...]

  36. Emília disse:

    Parabéns pelo texto Rodrigo, você está certíssimo, temos que ficar alertas, mas se não houver corrupção (Da Direita) nas eleições, teremos com certeza a primeira mulher presidente do Brasil.

  37. [...] dias atrás, escrevi aqui que a tática terrorista do consórcio PSDB-DEM não era movida por “desespero”. Não se trata [...]

  38. [...] do Viomundo: Aqui tem um texto importante do Rodrigo dirigido àqueles que superestimam o poder de blogosfera e [...]

  39. Igor Tkaczenko disse:

    O quê levou a eleição para o segundo turno em 2006, foi o somatório da campanha midiática sobre os aloprados, da foto do dinheiro, e a recusa de Lula em ir ao debate na tv Globo, principalmente isso, essa recusa. Todos esperavam a presença de Lula, pois, ele é um político extraordinário, ungido, porém, agiu como político ordinário, por ter sido muito mal assessorado na época, e por isso pagou.

  40. renato disse:

    MUITO BOA A TUA OPINIÃO.
    O POVO BRASILEIRO TEM QUE FICAR DE OLHO.

  41. Marcelo Ramos disse:

    Boa análise. Eu diria que a Globo(TV) não vai ser tão cuidadosa. Claro, concordo que, como você disse, se pintar uma chance, a Globo vai tentar manipular. Tenho, cá com meus botões, a impressão de que a Globo vai ter um “escritório de crise”, à medida que outubro se aproxima.

  42. Leonardo Oliveira disse:

    Belíssimo artigo.

    Mas tem um fator que vai ser preponderante, avassalador, nessa eleição, que é o Lula no horário eleitoral gratuito. O cara tem uma capacidade impar de comunicação com o povo, o que ele fala, fica, até pela sua alta popularidade.

    Só quem poderia derrotar a Dilma seria o próprio PT, se errasse muito, mas o partido hoje está muito mais maduro, apesar da lassidão em alguns momentos do período pré-eleitoral.

    Não há marqueteiro tucano que resolva o dilema da existência do Lula. A única dúvida é se vai haver segundo turno – tudo indica que não.

  43. celso franca disse:

    Muito oportuno o alerta. Vamos ter um segundo turno apertado.
    Os adversarios embarcaram em um ~jogo sem volta~. N~ao ha mais lugar para a etica no campo dos tucanos.

  44. Escrevinhador disse:

    [...] não está ganha. Do outro lado, há um candidato que não tem nada a perder. Como já escrevi aqui, o pior erro que o PT pode cometer é repetir os tucanos, menosprezando Serra. Ele joga tudo nessa [...]

  45. Escrevinhador disse:

    [...] quando as pesquisas (menos as do DataFolha) mostraram que Dilma já ultrapassara Serra, escrevi aqui sobre o erro de se cantar vitória antes da hora, e falei sobre o papel da [...]

  46. suelima disse:

    RODRIGO, DILMA E PT TEM QUE PROVIDENCIAR COM URGENCIA UM PROGRAMA PARA EXIBIR EXAUSTIVAMENTE NO HOR. ELEITORAL E INSERÇOES DIARIAS SUA HISTORIA NOS ANOS DE DITADURA. ACREDITO QUE ISTO AJUDARIA A ESVAZIAR A BALA DE PRATA DO PSDB E PIG, NAO ACHA?

  47. Escrevinhador disse:

    [...] agora, nessas três últimas semanas de bombardeio. Há pelo menos 3 meses, digo humildemente que subestimar o adversário é sempre um erro grave. Quanto mais, adversários [...]

  48. CiberZé disse:

    Caro Rodrigo: Concordo plenamente com o que diz. Acrescento que a postura “paz e amor” tem de ter limites. Estas porcarias engendradas em grandes aquários surtem sim algum efeito. Deve-se reagir com a devida firmeza à essa pantomima que “O+Preparado” vem fazendo no horário eleitoral. Só p/citar um exemplo eles informaram que Dilma faltou à debate por medo do Serroso qdo., na verdade foi assistir ao parto do neto. Isso é sacanagem e tem que ser enfatizado em público. Dilma deve começar a reagir a comentários do tipo “ela é mandona” destacando isso como positivo até por bom senso: alguém coloca para um cargo de poder alguém que não saiba exerce-lo?

  49. [...] Esse é o jogo. Sujo. Por isso, desde que Dilma passou Serra nas pesquisas, dedico-me a escrever aqui: calma, gente. Serra está em queda, a mídia já nao tem tanto poder. OK. Mas, juntos,  podem sim provocar estragos. Meus argumentos estão num texto intitulado “Sobre fábulas e o menosprezo”. [...]

  50. Escrevinhador disse:

    [...] para o risco de menosprezar Serra e o consórcio midiático. Escrevi sobre isso um texto intitulado “Sobre fábulas e o menosprezo”, em   20 de julho:  “engana-se quem acha que a mídia anti-Lula não terá papel a exercer [...]

  51. Escrevinhador disse:

    [...] Quando Dilma ultrapassou Serra, e chegou a 55% dos votos totais, muita gente deu a eleição por liquidada no primeiro turno. Chato que sou, segui a alertar: não se deve menosprezar o poder de reação de gente desesperada. [...]

Comentar